Acabamento em madeira: verniz, cera, óleo ou stain, qual usar?

tipo acabamento

Detalhes que fazem toda a diferença, sem dúvida você já ouviu essa expressão. Da escolha do tipo de madeira ao design, cuidados que podem trazer personalidade e autenticidade ao projeto. Além da qualidade da matéria-prima, existem outros fatores fundamentais que determinam o valor do produto. Em um mobiliário, por exemplo, o acabamento pode deixar o ambiente renovado e aconchegante, destacando ainda mais a decoração e o próprio móvel.

O mercado disponibiliza diversos tipos de acabamento para madeira e cada um deles apresenta diversas opções no que diz respeito à sua cor, brilho, grau de opacidade e translucidez, por isso, é importante ficar atento ao tipo de madeira em que o produto será aplicado. Diante de tantas opções, qual é a melhor para o seu projeto? Confira as principais características e usos dos acabamentos mais usados no mercado.

Verniz

O verniz é um dos acabamentos mais utilizados. Ele é conhecido por criar um acabamento de poro fechado, pois após a sua aplicação surge uma película de proteção sobre a madeira.

Existem vernizes a base de água ou solvente, que podem ser encontrados em três tipos diferentes: fosco, acetinado e brilhante/alto brilho. Existem ainda, algumas variações que permitem alterar a cor da madeira, podendo ser usados para tingimento.

Há opções destinadas para áreas externas e algumas contam com filtro solar para minimizar o efeito de desbotar da madeira.

É indicado para todos os tipos de madeiras em mobiliários. O produto se destaca melhor nas superfícies planas e lisas.

Stain

Diferente do verniz, o stain é um produto impregnate de poros abertos. Após a aplicação, o stain penetra alguns milímetros na madeira, fazendo assim o seu selamento.

A vantagem está em sua manutenção, diferente do verniz, pode ser reaplicado por cima da camada antiga. Outro ponto é que ele não descasca, mas pode desbotar ao passar do tempo.

Existem marcas que disponibilizam diferentes tipos de tonalidades, o que permite o seu uso para tingimentos leves da madeira.

Em função das suas características ele é mais usado em ambientes externos.

Cera

Versátil, a cera pode ser usada pura, diretamente na madeira ou misturada a outros elementos, como o verniz, seladora ou óleo.

O mercado disponibiliza ceras com diferentes bases, sintéticas e naturais, entre elas: parafina, carnaúba e cera natural de abelha.

Pode ser encontrada em diversas cores, em barra, pasta ou líquida. É indicada para diversos tipos de madeira: as ceras de bases sintéticas são indicadas para peças decorativas e a de bases naturais para utilitários, como tábua de corte, por exemplo.

Proporciona acabamento natural acetinado.

Óleo

O óleo mineral pode ser encontrado em qualquer lugar, de lojas especializadas a farmácias, por exemplo. Ele tem rápida secagem, não tem cheiro e não deixa nenhum resquício de oleosidade na peça.

Tem alto desempenho de proteção, deixando as peças impermeáveis. Além disso, não altera a cor da madeira, ressaltando o tom natural da peça.

É indicado para utensílios domésticos e para móveis, desde que a madeira esteja crua.

O óleo não é indicado para áreas externas, já que não protege dos raios solares.

Qual tipo de acabamento você mais gostou? Conta para a gente aqui nos comentários.

Na Martelaria, que é um espaço em Sorocaba de ferramentas e máquinas compartilhadas, basta trazer o seu projeto, escolher o acabamento desejado e pronto, faça você mesmo!

11 comentários em “Acabamento em madeira: verniz, cera, óleo ou stain, qual usar?”

  1. Para móveis de demolição, como mesas ou estantes, quando se quer preservar o máximo possível a cor original, qual o mais indicado? Obrigada!

  2. Se a peça de madeira já tiver um aplicação de cera, eu posso aplicar óleo ou verniz por cima?
    Ou após a aplicação da cera não é indicado aplicar mais nada?

    1. Por mais que pareça que você está dando um acabamento duplo, tem grandes chances do resultado não ficar bom e o verniz embolar ou escorrer durante a aplicação e não secar direito ao final.

  3. Boa noite, para uma madeira rustica, nunca tratada, para ser usada como peça de decoração, melhor usar qual acabamento?, grato.

    1. Olá André! Caso deseje criar um clima ainda mais rústico, invista em madeira de demolição e sem nenhum tipo de acabamento. Já se o objetivo é criar um rústico sofisticado, prefira as madeiras com polimento.

  4. Olá, tenho uma mesa de demolição e estou com uma tremenda dúvida. Minha mesa possui apenas uma aplicação de Cera natural, mas não proteje nada das marcas de líquidos, o que você me sugere? qual o procedimento de preparo do móvel e aplicação? Cera, selante, verniz ou óleo? minha mesa não pega sol ou umidade. Aguardo, obrigado!

    1. Olá Eduardo! Uma das melhores formas de proteger uma mesa de madeira de marcas de copos é aplicar um acabamento protetor. Alguns dos tipos mais comuns incluem laquê e verniz. O laquê é extremamente resistente a manchas, incluindo as de marcas de copos. O verniz é um tipo de cobertura aplicado da mesma forma que a tinta. Já que o verniz tem um tempo relativamente mais lento para secar, é importante deixá-lo secar e mantê-lo longe da poeira.

    1. Olá Marcondes! Para que a beleza de seu móvel rústico permaneça de forma mais duradoura, aplique (com uma flanela limpa e seca) uma fina camada de cera de carnaúba a cada trinta dias. Isso ajudará a proteger a madeira e o deixará com uma aparência mais bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *